esqueceram o giz
preto sobre a relva
céu já não brilha
só grita com luz
que flash dos céus
e abro a boca para
cima
espreitam os dentes tortos
de tão cerrados
que quebraram
ficaram as gengivas
de tão gengivas ficaram
assanhados ficaram sangue
digestão anormal
já não come
morreu à fome.