A desgraça é variada.

Edgar Allan Poe, “Berenice”

1.

Um texto redigido sem o primeiro signo do conjunto que nos permite escrever.

2.

Marajá ou rei gasoso.
Uso meias, jogo arara.

O que há de comum entre 2? A coerção. Isso quer dizer que foram escritos à razão de regras formais. Em 1, o texto não contém a letra “a” (além de ser um metatexto). Em 2, as duas frases são anagramas perfeitos de “João Guimarães Rosa”.

Em uma entrevista na Alemanha, o autor de Grande sertão: veredas disse que, para o artista, toda limitação é estimulante. Para a composição da peça abaixo, estabeleci uma limitação, isto é, um pré-compromisso: utilizando somente as letras abc, d, e, f, i, j, m, o, q, r, s, u e v, esconder algumas mensagens – umas evidentes, outras intrincadas – num labirinto de letras, cujo propósito não se ignora mas que não se compreenderá até a última letra.

veredas1

 

Escrito por André Balbo

André Balbo (San Pablo, 1991) es editor de la Lavoura, revista literaria brasileña contemporánea | Autor de los libros de cuentos “Eu queria que este livro tivesse orelhas” (Oito e meio, 2018) y “Estórias autênticas” (Patuá, 2017) | Colaborador de la Philos – Revista de Literatura da União Latina, habiendo sido autor invitado de los festivales literarios Flist y Flipoços en 2018, y uno de los curadores asociados de la Casa Philos en la 16ª Festa Literaria Internacional de Paraty - Flip 2018 | balbo008@gmail.com